top of page
  • Foto do escritorLuiz Gustavo

Especialista diz que retorno às aulas não é responsabilidade da família

Hermano Castro, diretor da ENSP/Fiocruz, afirmou que as famílias não podem ser responsabilizadas pela escolha de retomada dos alunos às aulas. No final de julho, o Conselho Nacional de Educação, recomendou que o controle de frequência dos estudantes seja flexibilizado e que os pais possam escolher sobre o retorno dos filhos às escolas.


"A gente não pode transferir essa responsabilidade para a família. Nós cometemos esse mesmo erro no começo da pandemia. Eu, como médico pneumonologista, alertava que não dá para transferir para a família, principalmente para a de baixa renda, 'caso leve, fica em casa'. Uma coisa é 'caso leve, fica em casa' numa família da Europa; outra, é para uma família da favela, que não tem a menor condição de saber qual momento se leva pra uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento)", disse ele.


"Esse não é o papel de um Estado, que necessita orientar as famílias. Não pode lavar as mãos e dizer 'leve quem quiser, tomem a sua decisão'.Porque ele vai ser responsável por isso. Essas famílias não têm condições de avaliar. Ela vai avaliar pela sua condição social. Para o especialista, não é uma decisão fácil para as famílias que decidem pela volta dos filhos às aulas.


Já Suely Menezes, do Conselho Nacional de Educação, declarou que as famílias também precisam preparar os alunos para as aulas presenciais, como um processo de consciência.


"É um processo de confiança, de interação. O que eu penso é que essa relação, para a família decidir, precisa ter um pouco mais de investimento, que haja um compartilhamento de responsabilidade. Para poder voltar as aulas temos que ver aquelas três pontas. As escolas estão cumprindo o papel dela, mas com muita criatividade. A família precisa preparar os seus alunos, tem que botar isso como um processo de consciência. Tem que dizer que o distanciamento tem que ser seguido, mas é temporário. Tem que dizer que a criança precisa participar da aula. Isso a família pode fazer", afirmou.



Fonte:Uol

12 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page