Sobre o Monitoramento Digital

O que é o Monitoramento Digital?
 

Monitorar a atividade online dos filhos se tornou uma das mais importantes funções dos pais na atualidade - mas são poucos, infelizmente, que a exercem.

O Monitoramento Digital e sua equipe pretendem ensinar pais, patrões, contratadores, profissionais e prestadores de serviço tanto como se portar na internet como verificar se o comportamento online de alguém é adequado.

No mundo moderno, as maiores ameaças para uma criança estão dentro de casa , no computador - não mais no mundo exterior. Da mesma forma, para o patrão, o maior risco à sua empresa está na atividade online de seus funcionários.

 

É crescente o número de crises no mundo digital: de suicídios relacionados a fotos vazadas até demissões por postagens controversas. Tudo indica que aquele que é responsável por outro, mas não sabe a atividade online desse outro, está fadado a se desapontar.

O Monitoramento Digital reúne uma série de técnicas e conhecimentos, elaborados e refinados por especialistas na área da psicologia, educação e direito digital, visando ensinar pais, patrões e contratadores como garantir que estão exercendo com eficiência seu papel de responsáveis, e salvaguardá-los de futuros desapontamentos.

O Monitoramento Digital não é uma invasão de privacidade nem um avanço contra as liberdades e direitos fundamentais de ninguém. Pelo contrário: é uma afirmação do direito constitucional que as crianças têm a serem protegidas por pais, e do direito trabalhista do patrão sobre a atividade do funcionário dentro da empresa.

Aqui reside um pilar fundamental para o Monitoramento Digital: apenas monitoramos dados públicos. Mas são justamente nas coisas públicas que as pessoas tropeçam. Ora, será que seu filho curtiu uma página de pornografia infantil recentemente? Seu funcionário compartilhou uma foto pelada de celebridade? O seu cobiçado Trainee postou uma foto com drogas ilícitas? Como se manter a par de tudo isso?

 

Simples. Monitoramento Digital. 

 

Dielly Santos, de apenas 17 anos, se matou devido ao excessivo ciberbullying que sofreu ao postar uma foto em suas redes sociais.

 

Conhecimento e segurança.

 

dielly.png
 
Por onde começar?
Sem dúvida, pelo nosso BLOG, onde o pós-graduado em Direito Digital, Luiz Gustavo da Luz, compartilha diversos textos e conhecimentos, do básico ao avançado da internet moderna.
Também temos a cartilha disponibilizada acima, informando aos pais os maiores riscos e alertas para se manter atento.
Muitos de nossos melhores serviços ainda estão em fase de testes, mas já estamos de portas abertas para marcar PALESTRAS e CONSULTAS, bem como oferecer auxílio no MONITORAMENTO de menores de idade e INVESTIGAÇÃO DIGITAL para RH.

 

Precisa de mais informações?

Estamos aqui para ajudá-lo. Entre em contato por telefone, email ou redes sociais.