• Luiz Gustavo

Descuido com senha é uma das maiores brechas para hackers



Distração ou falta de conhecimento facilitam a ação de hackers para roubar dados de pessoas e empresas.


O Brazil Trust Security, estudo de cibersegurança realizado com mais de mil brasileiros adultos, apontou que 69% dos entrevistados acreditam que a incerteza sobre como manter seus dados seguros onzz

line os deixa ansiosos.


A falta de conhecimentos básicos de segurança e os erros dos clientes continuam a ser apontados como os maiores causadores de incidentes de segurança, mas algumas atitudes simples ajudam a se proteger da ação de hackers:


1. Nunca usar a mesma senha: sites são hackeados o tempo todo. Usar uma senha para todas as contas pode levar um invasor a pegar essa senha num banco de dados hackeado

2. Usar um Gerenciador de Senhas: gerenciadores de senha são aplicativos que ajudam a não ter que decorar senhas. Com eles, é possível criar senhas fortes sem necessidade do usuário de decorá-las, pois os aplicativos irão preenchê-las automaticamente. Hoje em dia existem diversas soluções, até mesmo gratuitas, como o LastPass, 1Password e Dashlane.

3. Usar autenticação de dois fatores: muitas pessoas não usam essa ferramenta, porém, com ela os riscos de ser hackeado caem bastante. Isto já é usado há muito tempo por bancos, porém, agora está ficando comum para sites normais. A ação consiste basicamente em pedir um código gerado (enviado via SMS, e-mail ou por um aplicativo específico) ao autenticar em suas plataformas

4. Não utilizar cartão de crédito em sites inseguros: é sempre bom reforçar esta dica, apesar de os usuários estarem mais conscientizados sobre o assunto. É preciso pesquisar e, em caso de dúvidas, não comprar

5. Não compartilhar nem guardar senhas escritas: nunca passar senhas para outras pessoas e nunca salvar senhas em blocos de notas

Fonte: João Marcelo Brito, COO da Bit Capital


4 visualizações0 comentário