• Luiz Gustavo

'Auxílio coronavírus' e outros golpes no WhatsApp

Golpes que circulam no WhatsApp se aproveitam do novo coronavírus e já atingiram 2 milhões de usuários no Brasil. Os boatos prometem informações sobre a pandemia da Covid-19, distribuição de álcool em gel, serviços de assinatura grátis ou "auxílio cidadão coronavírus". Os dados são do dfndr lab, laboratório especializado em segurança digital.

A empresa detectou 19 golpes,seis aplicativos maliciosos que utilizam a pandemia e o período de quarentena como iscas para atrair pessoas. As correntes possuem características semelhantes: prometem um suposto benefício e direcionam o usuário a acessar o link malicioso.

De acordo com o diretor do dfndr lab,os cibercriminosos utilizam acontecimentos de grande repercussão para tornar o ataque mais verídico.

É um exemplo o suposto programa de "Auxílio Cidadão 2020", que alega que trabalhadores autônomos e pessoas de baixa renda têm direito a uma espécie de "auxílio coronavírus" de R$ 200 mensais.

A corrente passou a ser compartilhada em grupo de WhatsApp e foi desmentida pela Secretaria Especial do Desenvolvimento Social. O golpe se aproveita de medidas anunciadas nos últimos dias pelo governo, mas que ainda não foram aprovadas e, portanto, não estão em vigor.

Outras mensagens que circulam nas redes sociais contém fake news sobre a situação da pandemia do novo coronavírus.

O Whatsapp tem tomado medidas para evitar desinformação no aplicativo, como o lançamento de um site exclusivo para informações sobre o novo coronavírus. Além disso, a versão beta do WhatsApp anunciou, neste sábado (21), testes de uma ferramenta para pesquisar diretamente no Google o texto de mensagens frequentemente encaminhadas.

É preciso desconfiar de mensagens sensacionalistas ou que oferecem brindes, além de buscar fontes oficiais, como o Ministério da Saúde, e jornais e sites confiáveis que possam confirmar uma informação.


Fonte:techtudo


2 visualizações0 comentário